ESPAÇO COLECTIVO ARTISTICO E CULTURAL - COORDENADO PELA POETISA AMÉRICA MIRANDA - E ONDE SE INSEREM AS CONTRIBUIÇÕES DE TODOS OS TERTULIANOS, TANTO EM VERSO COMO EM PROSA, COM O OBJECTIVO DE DIVULGAÇÃO E HOMENAGEM AO GRANDE POETA ELMANO SADINO !
Segunda-feira, 24 de Outubro de 2005
CRÍTICA BOCAGEANA - JOSÉ MARIA DE ANDRADE FERREIRA E CAMILO CASTELO BRANCO
ANDRADE :

( ... ) Não houve repentista que sequer de longe o rastejasse; mas todos os seus improvisos lidos têm os defeitos que na improvisação se esquivam à análise. Os seus Poemas de curto e longo folgo são soberbos no arrojo das ideias, na travação harmónica das palavras, no descomunal das metáforas. As hipérboles são sempre excelentes, se dispartam da indignação ou da zombaria. A frase tem elegâncias apesar dos deslizes da elocoção e dos bordões a que se encostam nas passagens em que o adjectivo não ocorre solícito. “Claro” é tão dilecto a Bocage como o “ledo” a Camões, o “santo” a Ribeiro dos Santos, e a Garrett o “doce”. Os Sonetos forma gentilíssima e magistral de sua índole, «mais propensa ao furor do que à ternura», são uma orquesta estrepitosa em que raras vezes se ouvem as toadas gementes da harpa. Sem originalidade no pensamento, dá ares de criador pelo ressalto das cores. Encadearam-no, cortando-lhe os voos do génio, as peias da Mitologia; por isso, é tão pálida a idealização dos seus poemas, raras vezes levantados a ideias abstractas.

CAMILO :

( ... ) Resgatou-se Bocage, por vezes, da sua escravidão das turbas, refugiando-se a só na dor da saudade ou nos raptos religiosos, que os tinha ardentíssimos como todos os infelizes. O episódio da «Sau8dade materna» ressuma sinceras lágrimas; e o grito da alma aflita vibrado como recurso extremo a Deus, nas horas em que o poeta, entrado na agra consciência do seu perdido destino, nos está insinuando quão diverso seria Bocage, se, na mocidade, mãos amigas e experientes lhe alisassem as asperezas da vereda, que estorva e irrita o génio irreconciliável com as condiçõs positivas da vida.
....


publicado por assismachado às 17:39
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

A VOZ POÉTICA DOS TERTULI...

TERTULIANOS LAUREADOS - M...

A TERTÚLIA NO FACEBOOK

POEMAS DE GOETHE

O SÉCULO DE BOCAGE

POETAS DO FUTURO

OS AMIGOS DE ITÁLIA

TERTÚLIA ANUAL DE HOMENAG...

COLABORAÇÃO POÉTICA

TRIBUNA DOS TERTULIANOS

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2012

Maio 2012

Setembro 2011

Agosto 2011

Dezembro 2009

Setembro 2009

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

links
blogs SAPO
subscrever feeds