ESPAÇO COLECTIVO ARTISTICO E CULTURAL - COORDENADO PELA POETISA AMÉRICA MIRANDA - E ONDE SE INSEREM AS CONTRIBUIÇÕES DE TODOS OS TERTULIANOS, TANTO EM VERSO COMO EM PROSA, COM O OBJECTIVO DE DIVULGAÇÃO E HOMENAGEM AO GRANDE POETA ELMANO SADINO !
Sábado, 19 de Abril de 2008
A TRIBUNA DOS POETAS - AMÉRICA MIRANDA E FRASSINO MACHADO

 
AMANTE SECRETO

Por
América Miranda


Tenho um amante em segredo
Que toda a gente conhece
É o papel onde escrevo
Aquilo que me apetece.

Nele ponho a paixão
Forte e efervescente
Mostro o meu coração
A ele e a toda a gente.

Beija-me as mãos com amor
Mas é muito ciumento
Pois se eu escrevo com ardor
Rouba-me o pensamento.

Nele encontro guarida
Digo-lhe os meus segredos
Faz parte da minha vida
E de todos os meus medos.

Assim, se não o tiver por perto
A minha vida é um deserto.

*

A JANGADA


Por
Frassino Machado


Quem somos nós afinal
Neste mundo em roda viva,
Uma farsa de Carnaval
Ou uma jangada à deriva?

Quem somos nós gente lesta
Uma odisseia pungente,
Um pôr de sol fim de festa
Ou uma chama incandescente?

Mares bravios ou serenos,
Tempestades e bonanças,
Tudo isto afrontaremos
Hoje mesmo sem tardanças…

Navegar, esta é a marca,
De jangada resistente…
Na viagem logo embarca
Quem se faz dez reis de gente!

*



publicado por assismachado às 18:41
link do post | comentar | favorito
|

FRASEOLOGIA BOCAGIANA - Tudo o que se diz de Bocage fica sempre muito aquém ...

 

América Miranda – “Elmano Sadino venceu o tempo. Quando lemos algumas das suas estrofes mais sentidas, temo-lo sempre presente a nosso lado ou dentro do nosso coração. A sua poesia não só no-lo ressuscita como dá vida a tudo em que toca com a luminosidade mágica do seu engenho”.

 

Amélia Marques – “Bocage foi um dos maiores poetas da nossa história. Em espírito continua perpetuamente entre aqueles que o amam”.

 

Maria de Lourdes Agapito – “O culto de Bocage continua entre os seus admiradores que não o esquecem. Bocage foi uma estrela, um sol que ainda hoje nos aquece”.

 

Celeste Reis – “A vida negou a Bocage o amor que ele mais desejava mas deu-lhe o génio e a luz para sempre iluminar o trono majestoso da sua Poesia”.

 

Graciett Vaz – “Bocage deixou espalhados por grande parte do mundo pedaços da sua vida que, reunidos, levá-lo-iam a receber o mais grandioso de todos os prémios: a Genialidade”.

 

 

 



publicado por assismachado às 18:35
link do post | comentar | favorito
|

A TRIBUNA DOS POETAS - CELESTE REIS E LOBO MATA

A DOIS PASSOS DO PARAÍSO

 

Por

Celeste Reis

 

Só gostava de saber ler

O que está escrito no céu

Para poder compreender

Como este amor aconteceu.

 

Que aragem me veio trazer

Que nuvem me empurrou

Para que eu voltasse a nascer

E saber quem das trevas me livrou.

 

Qual sol resplandecente,

Pondo fim à escuridão,

Rasgaste assim de repente

As trevas do meu coração.

 

Tudo vou ultrapassando

As agonias, o sofrimento,

Pois sinto que me estás dando

Teus beijos como alimento.

 

Não sei se ganhámos o Céu

Ou se perdemos o juízo

Só sei que estamos, tu e eu,

A dois passos do Paraíso!

 

*

 

A BEM DA NAÇÃO

 

Por

Lobo Mata

 

 

O  Mundo num reboliço

Toda a gente em contramão

Todos sem darem por isso

Arruinando a Nação.

 

O Mundo num reboliço

Mas que grande confusão

E chamam-lhe serviço

Os políticos de eleição.

 

Toda a gente em contramão

E todos cantando e rindo

Não vendo a contradição

Nem quanto estão mentindo.

 

Todos sem darem por isso

Querendo só ter prazer

Teimando em dar sumiço

Ao que não querem perder.

 

Arruinando a Nação

Que assim não podem ter

Esquecendo a razão

Do seu nascer e crescer.

 

Porque o mundo num reboliço

Que não dá p’ ra entender

Não presta contas do serviço

Está cheio e continua a encher.

 

Até rebentar como um balão

Voando ao sabor do vento

Perdendo-se a Nação

Com tanto descaramento!

*



publicado por assismachado às 18:27
link do post | comentar | favorito
|

EM LOUVOR DE BOCAGE - AMÉRICA MIRANDA
                                    EDITORIAL BOCAGEANO

Bocage era geralmente tido como inconstante nos seus amores. Trata-se de mais uma lenda tecida em volta do nosso poeta. Algo de estranho ocorria com ele, talvez mais uma infelicidade a acrescentar às suas desventuras – algumas mulheres cansavam-se dele rapidamente. Amava com veemência, havia de certo na vivacidade e no ardor das suas palavras um irresistível poder de sugestão a que elas se submetiam, mais dominadas que persuadidas. Nos primeiros tempos de entusiasmo, algumas chegavam a ceder tudo aos desejos do nosso Vate, no entanto, deixando-se embalar mais na sua arte poética que nos seus braços, não demoravam em fugir-lhe e trocá-lo por outro mais apetecido pela sua feminilidade.
Bocage começando por olhares e sinais expressivos depressa transformava o seu namoro em paixão. Sonhador, acreditando na realidade ideal dos seus próprios versos, ele desejou sempre encontrar na vida a mulher que a sua imaginação criou. Não foi feliz no amor, mas foi um génio admirável nos seus textos poéticos que nos arrebatam e na sua capacidade notável de enfrentar os infortúnios.

In “O Arauto de Bocage”, N.º 121/122



publicado por assismachado às 18:14
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

TERTULIANOS LAUREADOS - M...

A TERTÚLIA NO FACEBOOK

POEMAS DE GOETHE

O SÉCULO DE BOCAGE

POETAS DO FUTURO

OS AMIGOS DE ITÁLIA

TERTÚLIA ANUAL DE HOMENAG...

COLABORAÇÃO POÉTICA

TRIBUNA DOS TERTULIANOS

LUGAR À PROSA LÍRICA

arquivos

Setembro 2012

Maio 2012

Setembro 2011

Agosto 2011

Dezembro 2009

Setembro 2009

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds