ESPAÇO COLECTIVO ARTISTICO E CULTURAL - COORDENADO PELA POETISA AMÉRICA MIRANDA - E ONDE SE INSEREM AS CONTRIBUIÇÕES DE TODOS OS TERTULIANOS, TANTO EM VERSO COMO EM PROSA, COM O OBJECTIVO DE DIVULGAÇÃO E HOMENAGEM AO GRANDE POETA ELMANO SADINO !
Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008
POETAS ILUSTRES MARINHENSES

ILÍDIO PEREIRA DE CARVALHO
( 1868 – 1925 )

Poeta e Guarda-Livros. Nasceu na Marinha Grande, a 6 de Dezembro de 1868, e faleceu na mesma vila a 9 de Março de 1925. Além de cantar a musa, como insigne poeta, foi músico apreciável. Exímio guitarrista. A par de versos sublimes que o dotaram como poeta talentoso, escreveu, igualmente, uma Revista que denominou "Coisas da Minha Terra" e que teve, na altura, enorme sucesso.
Tendo sido muito sabedor e enciclopédico no entanto nunca chegou a ver as suas obras editadas. Postumamente o seu filho, em colaboração com alguns amigos, editou em 1938 um livro, onde inseriu os seus melhores poemas. Foi justa e merecedora esta homenagem.
Ilídio de Carvalho era avô materno da Presidente e Fundadora da Tertúlia Poética “Ao Encontro de Bocage” – Maria América de Carvalho Alves Miranda ( América Miranda )

                              *

                    CONTRASTE

                    A... 


                    Como o som de harpa dolente
                    Que ao longe ecoa e fenece, 
                    Como o sol no ocidente
                    Que no mar desaparece,
                    Como um canto de àvezinha
                    Que expira na solidão,
                    Como fôlha que à tardinha 
                    Foi levada num tufão,
                    Ou como um ai que morreu...
                    Assim sou eu.

                    Como a linda madrugada 
                    A raiar no oriente,
                    Ou como estranha balada 
                    Que nos encanta, fremente,
                    Como rosa que aparece
                    Rainha do seu Jardim,
                    Singela como um jasmim,
                    Traz de amores o peito nu...
                    Assim és tu.

                    Eu sou treva - tu és luz;
                    Eu sombra - tu o matiz;
                    És aurora - eu ocidente;
                    Vivo triste e tu contente

                    ..................................

                    Ai! Deus te faça feliz!...

                                  *

                    Pesquisa em : Doc. da C. M. M. G.

                  «Personalidades Marinhenses»

                    Frassino Machado



publicado por assismachado às 18:48
link do post | comentar | favorito
|

3 comentários:
De M.Luísa Adães a 5 de Fevereiro de 2008 às 18:39
Frassinomachado

Agradeço e sinto-me feliz por me ter adicionado aos seus "Amigos"- deixei de ser desconhecida - e grito ao Vento, às nuvens, ao sol, à natureza, ao todo que me rodeia, aos meus Amigos, à minha Família, aos meus Países, aos meus versos, à chuva que cai todos os dias e ao calor tropical onde tudo se renova, num Milagre de Amor - e a Elmano O Sadino e ainda, Aquela Amiga de nome América Miranda e ao seu sentir e acreditar - sem perguntar... Apenas com a intuição "nata" do reconhecer _ Alguém _.
E ao Assis Machado a quem escrevo, neste momento, nesta Metrópole, chamada De São Paulo - Brasil.
Aceito a sua Amizade;
Agradeço a lembrança e
ofereço-lhe estes versos:

Para Ti ...

Nas tardes quentes
Eu escrevo

No tempo florido
Eu danço

Nas noites frias
Eu esqueço

E sou feliz!...
Sim,
Sou feliz
Por um momento.

Apenas nesse instante
Eu vivo

E lembro
A neblina subindo
Do Fundo ao Cimo,
O Amor flutuando
Volátil
Como o fumo
E eu amo tudo
Lembro e estremeço
No rodopio do abraço,

Do teu abraço ...

Meu Amor
Meu Amor ...

Quanta fragilidade
quantos sonhos
Não vividos ...

Maria Luísa O. Maldonado Adães


De assismachado a 5 de Fevereiro de 2008 às 19:54
Estimada Maria Luisa,
agradeço com todo a alma a sua simpática dedicatória
à minha pessoa. Bem haja, mas digo-lhe francamente que eu não mereço essa distinção... pois sou apenas um normalíssimo poeta. Claro que me esforço por evoluir, todavia acho que a Maria Luisa está num outro patamar mais acima. Acho lindos todos os seus poemas. Eu ainda me encontro demasiadamente influenciado pela poesia clássica e, como sabe, hoje os tempos são outros. E eu apenas continuo ( aliás como muito boa gente, é preciso dizê-lo ) a ser um resistente. Qual a sua opinião sobre isto ? Gostava de a saber, ok ?
Olhe, se possível, escreva-me para o meu e-mail :
machadofrassino@gmail.com.
E coloque o seu e-mail correctamente, para eu poder responder-lhe.
Já agora veja o seu blog, pois me pareceu que ficou lá uma anomalia... proveniente de ter o seu aberto, quando eu fazia a actualização na Tertúlia. Há coisas estranhas, mas elas acontecem. Agradeço que apague, ok ?
Por hoje é tudo. Amanhã, darei notícias suas à América. Escreva-lhe também para o Blog dela:
www.almatelurica.no.comunidades.net
Beijinhos do seu admirador e poetAmigo sempre
Frassino Machado


De M.Luísa Adães a 7 de Fevereiro de 2008 às 21:58
Gostei do comemtário e respondi por e-mail.
Estou esperando uma resposta.

Princípio e Fim


Num tempo de partida
Possa levar missões
cumpridas,
Caminhos percorridos,
Pesares e penas esquecidos ...

E a minha bagagem
Os meus sacos de viagem,
Sejam os que me propuz levar ...

Nem mais isto ou aquilo
Apenas esses ...

Será o que aprendi a Ser
E nada mais.



SIMPLICIDADE


Procuro o Amor
Que transforma,

A Alegria
Que vence,

E a simplicidade
Do nosso encontro.

E penso em Ti ...
Próximo e longe de mim ...

E na distância
Dos nossos Mundos.

Maria Luísa M. Adães

Em agradecimento pelas suas palavras lhe envio, um pouco, do que escrevo.
Felicito os seus Poemas!
M.L.




Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

TERTULIANOS LAUREADOS - M...

A TERTÚLIA NO FACEBOOK

POEMAS DE GOETHE

O SÉCULO DE BOCAGE

POETAS DO FUTURO

OS AMIGOS DE ITÁLIA

TERTÚLIA ANUAL DE HOMENAG...

COLABORAÇÃO POÉTICA

TRIBUNA DOS TERTULIANOS

LUGAR À PROSA LÍRICA

arquivos

Setembro 2012

Maio 2012

Setembro 2011

Agosto 2011

Dezembro 2009

Setembro 2009

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds